Postagens

VINGADORES- GUERRA INFINITA: A CIÊNCIA POR TRÁS DOS SUPER-HERÓIS

Imagem
Vingadores – Guerra Infinita | A ciência por trás dos super-heróis
Na vida real, existem de fato algumas pessoas que se vestem de forma diferente e patrulham as ruas por conta própria, ocasionalmente combatendo à criminalidade. Mas será que é possível que um verdadeiro herói dos quadrinhos exista na vida real? Os super-heróis abaixo poderiam estar salvando o planeta agora, ou em algum momento no futuro. Claro que algumas comparações são meio exageradas, mas isso é inevitável ou de fato teríamos super-heróis andando por nossas ruas. Confira: Groot
Groot
Groot é um grande ser que parece uma árvore e pode sentir, andar, ouvir e falar (embora o seu vocabulário seja um pouco limitado). Isto não é ficção total. Plantas têm sentidos, por exemplo, sabem quando estão sendo tocadas. Também têm uma sensação de espaço, o que impede que a maioria delas brotem se forem plantadas de cabeça para baixo. Plantas ainda sentem vibrações, permitindo que entrem em um modo defensivo. Especialistas inclusive acredit…

DE ONDE VEM NOSSO FASCÍNIO POR SUPER-HERÓIS ?

Imagem
De onde vem nosso fascínio por super-heróis?Natalie HaynesDa BBC Culture

Direito de imagemBBC WORLD SERVICEImage captionA Mulher Maravilha, assim como Hipólita e Pentesileia, é uma amazona, uma semi-divindaddeNos últimos anos, é possível que até o fã mais fiel das histórias em quadrinhos tenha se perguntado se não há um excesso de filmes com super-heróis no cinema da esquina. Para cada nova aventura do Homem de Ferroou de Os Vingadores, surgem versões de Quarteto Fantástico ou de O Incrível Hulk. Os grandes estúdios continuam produzindo esses filmes porque eles sabem que o público vai comparecer em massa. O que nos faz querer saber: por que somos tão atraídos por histórias de super-heróis? E desde quando? A resposta para a segunda pergunta é mais curta do que para a primeira. Os super-heróis existem desde que existem histórias - ou seja, antes mesmo do surgimento da escrita e em todas as culturas que conhecemos. Para os irlandeses, foi o gigante Finn McCool quem construiu a Calçada do Gig…

COMO NASCERAM OS ZUMBIS NO CINEMA - CIENTISTA CANADENSE DEFENDE VERDADES POR TRÁS DO MITO DOS ZUMBIS

Imagem
O etnobotanista Wade Davis em foto tirada no Haiti no início dos anos 1980 (Foto: Arquivo Pessoal)


Cientista defende verdades por trás do mito dos zumbisCanadense Wade Davis desvendou segredos da zumbificação.
Livro 'A serpente e o arco-íris' virou filme de Wes Craven em 87.

O etnobotânico Wade Davis não gosta de ser chamado de “zumbiólogo”. Ainda assim, aos 56 anos, este cientista canadense que hoje trabalha como explorador da “National Geographic” é um dos raros acadêmicos que se dedicou a entender o que há de verdade naquilo que conhecemos como zumbis.
Em quatro anos de pesquisa na década de 1980 – três dos quais vividos no Haiti, berço do mito contemporâneo dos zumbis –, Davis afirma ter encontrado “um veneno que faz alguém parecer que está morto, mesmo que esteja vivo”. A poção, produzida por feiticeiros vodus a partir da toxina de um peixe nativo misturada a ervas alucinógenas e restos humanos como ossos e pele, seria o elemento central no processo de zumbificação, prática q…