Postagens

INFERNO : LIVRO X FILME

Imagem
Inferno: Livro x FilmeComo fã dos trabalhos do Dan Brown, eu já tinha até desistido das adaptações dos seus livros, devido as versões toscas e muitas das vezes infiéis que Hollywood fazia deles. Encarei o anúncio da adaptação de Inferno, seu último livro, com muita desconfiança e medo. Tanto que nem consegui ir ao cinema assistir e decidi esperar para ver o filme na segurança do meu lar. Ainda bem que eu soube esperar! Depois de muitas especulações após o aborto das adaptações de seu antecessor , O Símbolo Perdido, Inferno estreou nos cinemas em 2016 com direção de Ron Howard e roteiro de David Koepp, mais uma vez trazendo Tom Hanks no papel do simbolista Robert Langdon, além de Felicity Jones (Siena Brooks) e Irrfan Khan (Harry Sims) que também compõem o elenco. Como no livro, o filme respeitou as alocações escolhidas por Dan Brown e se desenrola em cidades históricas como Florença (Itália) e Istambul (Turquia) enquanto um Robert atordoado devido a uma perca de memória muito da esquisi…

JODOROWSKY E O (IM)PROVÁVEL CASAMENTO ENTRE ESPIRITUALIDADE E POLÍTICA

Imagem
jodorowsky e o [im]provável casamento entre espiritualidade e política devaneios de uma noite insone Final de El topo, filme do Jodorowsky – o Jodô, meu terapeuta sem que ele o saiba. O cara, nosso protagonista, depois de uma longa e tortuosa e egocêntrica jornada, percebe que seu desejo de ser o melhor e vencer todos os mestres do deserto não valia de nada. Ele passa anos meditando como uma estátua e, sem saber, em seu transe, é adorado por anões fodidos presos em uma caverna. Um dia ele desperta e, frente a tanto sofrimento, resolve que tem que porque tem que ajudá-los a sair de lá. Coitados, lá, presos, excluídos do mundo. Aí ele vai pro mundo. Juntar dinheiro pra comprar dinamite pra conseguir escavar um buraco na montanha dos anões. Salvá-los. Triste mundo. Terríveis pessoas. Escrota moral. Ele e sua companheira anã se submetem a recolher as migalhas dessa podridão. Eles juntam grana na rua e, assim, aos poucos, escavam o túnel. Quando finalmente o trabalho que parecia interminável …

FILME DOUTOR ESTRANHO,É COMO SE FOSSE UMA VIAGEM PSICODÉLICA

Imagem
Crítica: Doutor Estranho
POSTED ON OUTUBRO 30, 2016BY IN CRÍTICAS

Em julho de 1963, Stan Lee e Steve Ditko, criadores do Homem Aranha, deram vida a mais um personagem icônico para a Casa das Ideias: Stephen Vincent Strange, um neurocirurgião extremamente habilidoso, e orgulhoso na mesma intensidade. Nos quadrinhos, Dr. Strange é uma pessoa arrogante que vive para seu trabalho e nada mais. Quando sofre um acidente de carro que o faz perder boa parte do controle de suas mãos, ele não se conforma com sua nova vida fora das mesas de cirurgia e gasta uma fortuna com experimentos variados a fim de se curar. Desesperado por ver que nada dá certo, Strange toma a decisão de ir até o Tibete para conhecer o Ancião, figura misteriosa que poderia curá-lo. Mas ele acaba encontrando algo muito maior: a chance de aprender a manipular e concentrar energia com o uso das artes marciais. Strange torna-se um aluno dedicado com grande potencial para se tornar o sucessor do Ancião, tendo o pode…